Estudo traz panorama dos títulos verdes no Brasil

Na última sexta-feira (10), o Conselho Empresarial Brasileiro para o Desenvolvimento Sustentável (CEBDS) lançou a publicação Green Bonds – Ecosystem, Issuance, Process and Regional Perspectives, fruto de parceria com a Strategic Alliance, formada pela agência de cooperação alemã, GIZ, e o banco sueco SEB. O estudo foi apresentado durante o side event “O caminho para o desenvolvimento de baixo carbono”, organizado pelo CEBDS no Espaço Brasil, na COP23.

Linke apresenta estudo em evento do CEBDS na COP23

Com o objetivo de apresentar o panorama dos títulos verdes no contexto brasileiro, a publicação aborda o ecossistema em que esse mercado vem se desenvolvendo, os principais atores envolvidos, o processo de emissão e os desafios para ampliar esta debênture no país. O estudo integra um projeto global articulado pela aliança, da qual o CEBDS é parceiro no Brasil.

No evento, o assessor de Clima e Finanças Verdes da GIZ, Alexander Linke, abordou o papel dos green bonds no alcance das metas do Acordo de Paris. “Mais do que instrumentos financeiros, os títulos são uma ferramenta fundamental para tornar o sistema financeiro ainda mais verde”, destacou. Além disso, ele ressaltou a importância da mobilização do setor empresarial nesse tema, citando os dois workshops realizados em parceria com o CEBDS no Brasil.

O evento de lançamento da publicação contou com a participação de representantes do Ministério das Relações Exteriores, Braskem, Grupo Boticário, Grupo Votorantim, Monsanto, CDP e GIZ.